Home / none / Os 10 Pontos Turísticos mais procurados no Delta do Parnaíba
Os 10 Pontos Turísticos mais procurados no Delta do Parnaíba

Os 10 Pontos Turísticos mais procurados no Delta do Parnaíba

Delta do Parnaíba é considerado uma das mais belas paisagens do mundo. Está localizado entre os estados do Maranhão e Piauí tendo em Parnaíba sua porta de entrada. É um raro fenômeno da natureza que ocorre também no Rio Nilo, na África, e em Me Kong, no Vietnã. Sua configuração se assemelha a uma mão aberta, onde os dedos representam: Barra de Tutoia, Barra do Caju, Barra do Igaraçu, Barra das Canárias e Barra da Melancieira, que se ramificam, formando um grandioso santuário ecológico.

O Delta faz parte do roteiro integrado de turismo Rota das Emoções, formado ainda pelos Lençóis Maranhenses (MA) e Jericoacoara (CE). Uma iniciativa do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e Ministério do Turismo, que desde 2005 uniu lideranças locais, empreendedores e entidades com o objetivo de desenvolver esta região. Em 2009, o destino foi eleito o Melhor Roteiro Turístico do país, pelo Ministério do Turismo.

Os 10 passeios “obrigatórios” para quem visita o Delta do Parnaíba

Confira abaixo os passeios mais procurados pelos visitantes e como aproveitar ao máximo cada um deles.

1 – Passeio ao Delta do Parnaíba Tradicional

Passeio no Delta do Parnaíba

Passeio no Delta do Parnaíba

Este é o passeio mais procurado pelos turistas que visitam nossa região, onde o homem lama faz a demonstração da captura do caranguejo. Trata-se de uma viagem pelos igarapés, rios e mangues que formam a paisagem do Delta a bordo de embarcações com capacidade para até 80 pessoas.  O passeio Delta Tradicional acontece as 09:00 da manhã no Porto dos Tatus a 14 km da cidade de Parnaíba e com o retorno aproximado as 15 horas. O passeio tem duração de 06 horas com duas paradas para banho uma parada de 1 hora para banho de mar na Ilha dos Poldros e depois uma parada de uma hora para banho de água doce no Morro branco (uma duna de 30 metros no meio do rio). Em seguida a embarcação toma direção pelo leito principal do rio retornando ao porto. Durante o passeio é servido um lanche de frutas tropicas, almoço e caranguejada.

Observação:
Criança de 0 a 5 anos não paga​.
​Criança de 6 a 10 anos paga a metade​.

*É importante que você esteja 30 minutos antes do horário de embarque.

Você encontra mais detalhes sobre o passeio clicando aqui.

2 – Porto das Barcas

Porto das Barcas

O Porto das Barcas é um dos principais pontos turísticos de Parnaíba e fica localizado aos pés da ponte que liga o continente à Ilha Grande de Santa Isabel, às margens do rio Igaraçu.

História

No início do século XX foram construídos grandes armazéns para estocar mercadorias como cera de carnaúba e babaçu para exportar para paises da Europa como Portugal, Espanha, Inglaterra e Alemanha. O comércio era intenso e a região alcançou um alto grau de prosperidade. Em meados da década de 1940, o mercado internacional entrou em crise, Parnaíba perdeu espaço e o Porto das Barcas acabou ficando sem utilização dando início ao declínio da região.

O que você irá encontrar

Atualmente, o Porto das Barcas é a porta de entrada para o Delta do Parnaíba concentrando diversas agências e pousadas além de lojas de artesanato. O local conta com um posto de polícia, bares, restaurantes e amplo estacionamento. Percorrendo o Porto das Barcas você encontrará as ruínas, um espaço muito bonito que guarda importantes momentos da história do Piauí. O ambiente rústico, as ruas estreitas e os prédios históricos complementam a paisagem do local. No Porto das Barcas você também encontrará artesanato da região, que se reflete nos mais variados estilos e peças, da opala de Pedro II aos quadros pintados por artistas plásticos parnaibanos, passando pela arte santeira e lembranças da visita ao Delta do Parnaíba.

3 – Praia da Pedra do Sal

Praia da Pedra do Sal - Rafael Marques

Praia da Pedra do Sal – Rafael Marques

É a praia do parnaibano, com 8 km de extensão, fica na Ilha Grande de Santa Isabel a 15 km do centro de Parnaíba. Chegando à praia, o turista encontra um conjunto de rochedos graníticos, nada mais que um morro de pedras que avança oceano adentro, dividindo a praia em dois lados: o bravo, mais frequentado por surfistas por possuir ondas fortes e o lado manso, ideal para descanso, pescaria e acompanhar o pôr-do-sol.

Estrutura

O acesso se dá através da rodovia PI-116. A praia conta com alguns quiosques com ares rústicos que funcionam somente durante o dia. A hospedagem é feita principalmente em casas de aluguel, mas é melhor se hospedar em hotéis e pousadas em Parnaíba, caso esteja procurando por diversão noturna.

Como chegar

O turista pode optar por tomar um táxi na Praça da Graça ou por pegar um ônibus que sai do centro de Parnaíba, próximo ao Hospital Santa Casa que passa pela Ponte Simplício Dias, no Porto das Barcas.

A praia Pedra do Sal é muito frequentada por turistas piauienses, principalmente o teresinense. Fora do Piauí, ainda não é tão conhecida, mas já foram feitas várias matérias na mídia nacional mostrando sua linda paisagem, destacando-se os rochedos e o lindo pôr-do-sol, que atrai muitos visitantes todos os finais de tarde. Confira algumas fotos da praia Pedra do Sal em Parnaíba.

4 – Ilha do Caju no Delta do Parnaíba

Ilha do Caju

Ilha do Caju

A ilha está localizada entre o Maranhão e o Piauí e fica a 50 Quilômetros de Parnaíba, no Piauí. O clima é quente e úmido com duas estações bem definidas, a chuvosa e a seca. A temperatura média na região é de 27°C. Sua paisagem é formada por dunas, mangues e ilhas fluviais.

Podemos encontrar cinco ecossistemas na região, sendo eles: mangues, dunas, matas, campos e alagados de água salgada. Além de ser um paraíso turístico, a Ilha do Caju é um dos poucos locais no Brasil onde se pode ter uma visão ampla da nossa diversidade em um território relativamente pequeno.

Fauna e flora da ilha

No tocante à fauna, o visitante vai se deparar com animais silvestres como: tatus, cotias, gatos-maracajás, tamanduaís, tucanos, jacarés de papos-amarelos, guaxinins, veados, raposas, pica-paus, jacus, macacos de várias espécies, guarás, colhereiros, garças, marrecas, tartarugas marinhas (gigante, pente e cabeçuda), botos e muitos outros.

Como chegar

Para chegar à Ilha, o visitante pode optar por partir de Araioses ou Tutóia no Maranhão ou Parnaíba no Piauí. Saindo de Parnaíba em lancha rápida a viagem dura uma hora e meia e uma hora partindo do Porto dos Tatus em Ilha Grande. De Tutóia, no Maranhão, em lancha rápida o visitante chega à Ilha do Caju em 40 minutos. Há a opção de fazer o percurso de chalana, que é um barco maior, mas o tempo de viagem aumenta, podendo chegar a 3 horas.

5 – A Revoada dos Guarás

Revoada dos Guaras

Revoada dos Guaras

Texto

5 – Ilha das Canárias

Texto

6 – Ilha dos Poldros

IMG_9530

Texto

7 – Praia da Atalaia

Praia da Atalaia em Luís Correia - Foto: baxaki

Praia da Atalaia em Luís Correia – Foto: baxaki

Texto

8 – Lagoa do Portinho

Texto

9 – Praia do Coqueiro

Texto

10 – Beira Rio

beira-rio-parnaíba

Texto

Conclusão

Convite

Os 10 Pontos Turísticos mais procurados no Delta do Parnaíba
Avalie essa postagem

Escreva um comentário

Fique tranquilo, seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios *

*

whats
Scroll To Top